20 julho, 2019

Devia ou não devia?

Não consigo deixar de pensar no nosso abraço, da maneira que me recebeste quando te fui dar os parabéns. Contudo isso, não deixo de pensar se deveria escrever-te uma mensagem, por finalmente estares a mostrar o teu lado bom que eu suspeitava que poderias ter lá no fundo bem escondido. Ando às voltas na cabeça, se devo ou não devo escrever e arranjar forma de te entregar e só leres no último dia de trabalho quando chegares a casa ou assim.
Eu escrevia-te um pequeno bilhete com o seguinte:

« "Quem deseja ver o arco-íris, precisa aprender a gostar da chuva."
Eu suspeitava que tinhas um bom fundo, espero que continues a demonstrar.»

Não sei qualquer coisa do género. Devia? Não devia? Acrescentaria ou mudaria alguma coisa?

18 julho, 2019

Amo-te parvalhão

Sr. Gato « Tu és como uma borboleta.. elas não conseguem ver as próprias asas, não conseguem ver o quão bonitas são, mas quem as vê, consegue perfeitamente ver a beleza que elas têm. E tu és uma borboleta, porque só tu é que não consegues ver o quão bonita és. És bonita, és perfeita! Só espero que queiras ser minha para sempre! Amo-te muito! »